Vereadores de Buritis votam pela desobrigação de vigilância armada nas cooperativas

Vereadores de Buritis votam pela desobrigação de vigilância armada nas cooperativas

Mais uma conquista para o cooperativismo da região do Vale do Jamari. Em sessão ordinária de segunda-feira (14), a Câmara Municipal de Buritis votou pela desobrigação das cooperativas de crédito do município contratar vigilância armada 24 horas.

Em sessão ordinária os vereadores, por unanimidade, votaram em favor da retirada das cooperativas da obrigatoriedade do Lei 047/2018, que prever a contratação de segurança armada 24 horas.

Na tribuna, o presidente do Sistema OCB/SESCOOP-RO, Salatiel Rodrigues, destacou o papel social das cooperativas junto a sociedade e reiterou a incompatibilidade do projeto, pelo fato das cooperativas não se tratarem de empresa pública, tampouco privada.

 “As cooperativas não possuem fins lucrativos. Elas são uma sociedade de pessoas com sobras e perdas sem condição de manter uma vigilância armada 24 horas. Além disso, todos seus bens possuem seguro para evitar qualquer prejuízo, defendeu o presidente.

“Os vereadores entenderam que as cooperativas entram em regiões que não possuem nenhum tipo de agencia bancária e isso facilita para a população” destacou o gerente da Credisis Crediari, Benedito Batista.

Em nome do presidente Daniel Alves dos Santos, Salatiel agradeceu todos os vereadores que votaram pela suspensão do projeto por entenderem a importância social das cooperativas para a região.

“O Sicoob possui agencias em alguns distritos com três colaboradores e por isso é isento pelo Banco Central dessa exigência”, declarou o presidente do Sicoob Vale do Jamari, Elias Pereira.

Participaram ainda da sessão, o conselheiro do Sistema OCB-RO, Dr. Ivo Benites, colaboradores, cooperados e lideranças locais.